Novonovo

Onde quase todos vemos desperdício, a Inês e o Lorenzo veem potencial e criaram a Novonovo, em 2020, para promoverem a prática da reutilização como ferramenta essencial ao desenvolvimento sustentável.

O alvo da Novonovo são as oficinas e fábricas que produzem os produtos que usamos no dia-a-dia, mas o foco está naquilo que eles chamam de materiais secundários – sobras de produção, stock em excesso ou produtos por acabar.

“Procuramos tornar acessíveis todos os materiais que conservem as qualidades necessárias à reutilização em novos contextos, nomeadamente, excedentes de produção, sobras de materiais inutilizados, stock não vendido, etc. Estimulamos novos ciclos regenerativos que permitam a redistribuição de materiais evitando que se tornem resíduos.”

Para isso criaram uma plataforma digital online. Nesta plataforma a Inês e o Lorenzo, com a sua equipa, propõem-se a catalogar os materiais inventariados junto das oficinas e fábricas parceiras da organização. Este catálogo de materiais está disponível na plataforma, organizado por categoria, e qualquer pessoa pode aceder, consultar e fazer uma encomenda.

 

Para além da venda de materiais, a Novonovo aposta também em serviços de consultoria e formação. Apoiam empresas que queiram dar um destino mais apropriado aos seus desperdícios e dinamizam workshops sobre pensamento sistémico, design circular e economia circular para escolas, instituições e empresas.

 

bardocreativeground